O uso de termos humorísticos que camuflam o racismo e estimulam estereótipos e estigmas e reafirmam o preconceito denomina-se racismo recreativo. Associar o humor às questões raciais como cabelo, cor da pele ou a características físicas está enraizado em nossa sociedade. Muitos nunca ouviram falar sobre o racismo recreativo, outros conhecem, porém, não se importam ao tratar o tema com tanta hostilidade. Ocultar o racismo com humor se tornou praxe por muito tempo criando um padrão de normalidade ao tentarem justificar o injustificável. O humor não deve ser uma forma aceitável de racismo. Piada que ofende negro não é piada.
Texto elaborado por: Dra. Marina Cezário dos Santos Felipe
Imagem: @levikaiquef